CUSTOM CSS
AlsoBuyMinicart Settings 2

O que é Biotina? Entenda os benefícios e quando suplementar

O que é biotina e para que serve?

Existem certos nutrientes que podem não só beneficiar na saúde corporal, mas também beneficiam a beleza. É o caso da biotina, que faz parte de uma categoria chamada de “nutricosméticos”. Estes compostos podem vir de vitaminas, antioxidantes, minerais e até aminoácidos, ambos possuem a capacidade de retardar o envelhecimento da pele. Aprenda através deste artigo mais sobre a vitamina B7 ou H, sua função, bem como também as vitaminas que melhoram a aparência da pele e como elas trazem benefício ao nosso copo. Confira o artigo na íntegra!

O que é Biotina?

A biotina também conhecida como vitamina “H ou B7”, e é uma vitamina solúvel em água crucial para a manutenção de nosso corpo, uma vez que ela está envolvida na síntese de glicogênio e proteínas, contribuindo para a saúde dos cabelos e da pele, bem como para a produção de energia celular e síntese de proteínas.

Assim, sendo uma vitamina importante do complexo B, ajuda a transformar gorduras, carboidratos e proteínas dos alimentos em energia que nosso corpo precisa para funcionar bem. Pois, ela também trabalha com outras substâncias do corpo para regular os níveis de açúcar no sangue, produzir ácidos graxos e aminoácidos que formam as proteínas.

Além disso, a biotina é essencial para a produção de queratina, uma substância importante para o crescimento de unhas e cabelos saudáveis. Ela também pode ajudar a manter a pele saudável e melhorar a função cognitiva do nosso cérebro.

Quais os benefícios da Biotina?

A biotina, conforme mencionamos acima, é uma vitamina do complexo B, sendo assim, traz inúmeros benefícios para a saúde, como por exemplo: manter a saúde da pele, unhas e cabelos, reduzir os níveis de açúcar no sangue e também o que poucos sabem, mas a sua suplementação pode ser muito importante durante a gestação. Fora também que ela também pode estar ligada à perda ou manutenção do peso.

Para a pele

A biotina é muito importante para a saúde da pele, pois contribui para a formação da queratina, proteína fundamental para manter esse órgão saudável, além de ajudar na produção de colágeno, proteína que dá elasticidade à pele e previne o aparecimento de rugas e linhas de expressão.

Além disso, a deficiência de biotina pode levar a sintomas como pele seca, descamação e erupções cutâneas. Por isso, incluir alimentos ricos em biotina na dieta e, caso necessário, a suplementação de biotina, pode contribuir para a manutenção da saúde e beleza da pele.

Leia também: Os 10 nutrientes indispensáveis para uma pele bonita

Cabelos e unhas

A biotina também é importante para a saúde das cabelos e unhas, pois ajuda a fortalecer e manter a integridade desses tecidos. A queratina, proteína fundamental para a saúde das unhas e cabelos, é formada a partir da biotina, o que faz desse nutriente um elemento importante para a saúde e beleza dessas estruturas. Sendo assim, a suplementação de biotina pode deixar suas unhas e cabelos mais fortes, saudáveis e com brilho natural.

a deficiência de biotina pode levar a sintomas como unhas quebradiças, cabelos enfraquecidos e sem brilho. Por isso, é muito importante incluir diariamente alimentos ricos em biotina na dieta para que possa contribuir na manutenção da saúde e beleza das unhas e cabelos, ou caso seja necessário, vir a suplementar.

Mulher penteando o cabelo e tendo queda,
Os suplementos vitamínicos são uma forma de combater a queda de cabelo, quando esta é causa por deficiência nutricional.

Saúde da mãe e do bebê durante a gestação

A biotina é uma vitamina muito importante durante a gestação, pois biotina contribui para o desenvolvimento adequado do bebê e ainda ajuda a regular os níveis de glicose no sangue. A deficiência de biotina pode levar a complicações e malformações fetais. Além disso, a é importante para a saúde da mãe. Pois, ajuda a manter a saúde da pele, cabelos e unhas que podem sofrer alterações durante a gravidez.

Para regular os níveis de açúcar no sangue

A biotina também tem um papel muito importante no equilíbrio dos níveis de açúcar no sangue, ou seja, a biotina ajuda a regular a produção de glicose no corpo e a aumentar a sensibilidade à insulina. O que significa que a biotina pode ser útil no controle da diabetes já que ajudar a reduzir os níveis de açúcar no sangue e, assim, melhorar a utilização da insulina pelo organismo. Dessa forma, a biotina ajuda a prevenir a resistência à insulina, que é um fator de risco para o desenvolvimento de diabetes tipo 2.

Onde encontramos a Biotina?

A biotina é encontrada normalmente em sementes e oleaginosas, como amêndoas, avelãs e cereais integrais, além de carnes, cogumelos, dentre outros. Quando a ingestão de biotina via alimentação não é eficiente, podemos recorrer à suplementação que sempre deve ser recomendada e orientada por recomendação de um médico ou nutricionista.

Quais são os principais alimentos?

São diversos alimentos ricos em vitamina H ou B7, uma ótima escolha para obter essa vitamina.

Alguns dos principais alimentos que são fontes naturais de biotina são: abacate; amêndoas; amendoim; atum; arroz integral; aveia; banana; batata-doce; brócolis; carne bovina; cenoura; cogumelos; couve-flor; ervilha; espinafre; fígado de boi (cozido); frango; iogurte; leite e seus derivados; lentilha; maçã; nozes; ovos; peixes; semente de girassol; soja; tomate.

O que é biotina e para que serve

Quando é indicado suplementar?

A suplementação de biotina é indicada quando há deficiência da vitamina ou quando uma pessoa apresenta os sintomas relacionados à sua falta conforme citamos anteriormente. Outros casos importantes para a indicação da suplementação, são os problemas capilares e unhas frágeis, já que a vitamina é importante para a saúde desses tecidos.

É comum também que esta vitamina seja indicada para pessoas com diabetes, já que contribui para o controle dos níveis de glicose no sangue.

Lembrando que a suplementação deve ser feita sob orientação médica, pois o excesso da vitamina pode causar efeitos colaterais como diarreia, náusea e cólicas abdominais.

Qual a dose diária recomendada?

Normalmente a ingestão diária de botina para adultos e adolescentes é recomendada o uso de 30 microgramas (mcg), o que pode ser alcançado por meio de uma alimentação equilibrada. Porém, para uma suplementação mais eficaz, a dosagem correta deve ser recomendada por meio de recomendação de um médico ou nutricionista, pois estes profissionais podem solicitar exames laboratoriais para avaliarem o nível de biotina no organismo e assim indicar uma dosagem mais adequada.

Quais são as contraindicações?

De maneira geral, a biotina é considerada segura para a maioria das pessoas quando consumida nas doses recomendadas. Porém, existem algumas condições em que a suplementação da vitamina pode não ser recomendada ou requerer supervisão médica adequada.

É muito raro, mas existem pessoas com alergias ou sensibilidade à biotina, e que podem experimentar reações alérgicas ao consumir suplementos. Outra observação importante é que altas doses desta vitamina podem interferir em testes laboratoriais e pessoas que possuem condições como distúrbios do fígado, por exemplo, podem ter dificuldade em processá-la corretamente. Por isso, ressaltamos como é importante consultar um profissional de saúde antes de iniciar a suplementação por conta própria.

Quais os sintomas de deficiência de Biotina?

Normalmente, a deficiência de biotina pode ocorrer em pessoas que sofrem de condições ou doenças que afetam a absorção de nutrientes, como por exemplo a disbiose, alcoolismo, ou até mesmo em quem fez bariátrica.

Os sintomas da deficiência são: alopecia, despigmentação dos cabelos, dermatite, conjuntivite, depressão, letargia, alucinações e problemas neurológicos, como dormência e formigamento nas mãos e pés.

mulher dormindo no sofá
A deficiência de Biotina no organismo pode causar letargia, sendo este o estado físico em que um indivíduo encontra-se com níveis de energia abaixo do normal.

Mitos e verdades sobre o uso da Biotina

Biotina engorda?

Não, pois os suplementos que contém biotina não possuem calorias significativas que impactem na dieta. Muito pelo contrário, estudos apontam que pode auxiliar na perda de peso.

Biotina pode ser usada para emagrecer?

Sim. Apesar de não ter estudos científicos exatos que comprovem a relação direta entre a biotina e o emagrecimento. É sabido que a vitamina H é importante no processo digestivo e ajuda na transformação da gordura corporal em energia, o que pode acelerar o metabolismo e contribuir indiretamente para a perda de peso.

Entretanto, é recomendado consumir alimentos ricos em biotina e, em alguns casos, aderir a suplementos sob orientação médica. O acompanhamento pré-natal é fundamental para diagnosticar deficiências e indicar suplementação.

Faz mal tomar Biotina?

Não. A biotina não faz mal ao organismo de pessoas saudáveis. A única observação é para pessoas com insuficiência renal, pois a biotina é excretada pelas fezes e urina, e pode haver a necessidade de monitoramento adequado. Recomenda-se que essas pessoas consultem um profissional de saúde para obter orientações específicas em relação ao uso da biotina.

A biotina é uma vitamina essencial para o organismo que pode ser facilmente obtida através da alimentação. No entanto, em algumas situações específicas como: gestação, tabagismo, álcool, medicações e fatores genéticos, a suplementação é interessante e deve ser considerada para evitar a deficiência e os sintomas que podem prejudicar a qualidade de vida.

O uso diário de Biotina pode alterar o resultado de exames?

Sim, é verdade! Pois altas doses de biotina interferem em testes de exames laboratoriais, como, por exemplo, exames de sangue e, principalmente, aqueles usados para avaliar a função da tireoide. Se você faz o uso de biotina como suplemento, é importante informar ao médico ou profissional de saúde sobre a suplementação antes de realizar qualquer tipo de exame.

biotina da vitamine-se

Biotina

Um estudo publicado em 2020, mostrou que, ao analisar clinicamente níveis séricos de biotina em 541 pacientes do sexo feminino, 38% das mulheres que se queixavam de queda de cabelo, apresentavam deficiência dessa vitamina. Neste mesmo estudo, os autores destacam que a suplementação com biotina é possivelmente uma forma de tratamento e prevenção da queda capilar, mostrando a sua relevância científica. Por isso, com a rotina cada vez mais acelerada, a falta de tempo faz com que as pessoas optem pela suplementação rápida e prática de biotina para manter os níveis dessa vitamina sempre adequados.

Segundo estudo feito pela National Library of Medicine, a Biotina pode ajudar no tratamento de acne na região do queixo e testa.